Voltar à lista de Rádios FM Voltar à Página Principal

BEAT 98 - 98,1 MHz

A FM POPULAR DO SISTEMA GLOBO TEM ORIGENS ALTERNATIVAS

Escrito em 17 de maio de 2012.

Beat 98

A FM 98,1 entrou no ar nos anos 70, com o nome Eldorado FM. Mas os ouvintes a chamavam de Eldo Pop.

Tratava-se de uma rádio de rock, comandada pelo mesmo radialista Big Boy que dirigia a Mundial AM. A Eldo Pop não tinha locução. Suas músicas, vinhetas e poucas propagandas eram levadas ao ar por uma enorme máquina automática.

Com a morte de Big Boy, a Eldo Pop ficou sem um profissional prestigiado que a defendesse. Em 1978, o Sistema Globo de Rádio tirou a Eldo Pop do ar, criando no lugar a 98 FM. O DENTEL, órgão do Ministério das Telecomunicações, impôs uma programação mais popular, alegando que se tocava "pouca música brasileira" na 98,1.

Isto foi uma impostura do regime militar, já que a Eldo Pop cumpria a lei que obrigava todas as emissoras a tocar também música brasileira. A rádio tocava Zé Rodrix, Erasmo Carlos, Milton Nascimento, Ney Matogrosso e outros nomes, que na época não tinham relação com o rock. Haviam poucos nomes no rock brasileiro com discos gravados. Raul Seixas, Mutantes e Rita Lee (na época com a banda Tutti Frutti) eram os mais conhecidos.

De qualquer forma, o Sistema Globo pôde então criar a 98 FM, a primeira FM de sucessos populares da história do Rio. Claro que a rádio abocanhou a liderança de audiência, logo que entrou no ar. Como já disse Luiz Antonio Mello: "FM já era popular, os radinhos estavam em todos os lugares".

A 98 FM foi a mais variada FM de sucessos do Rio, o que lhe garantiu, até o fim dos anos 90, a liderança de audiência, na maior parte das épocas.

O programa mais charmoso da rádio foi o Good Times, que só tocava flash backs, e ia ao ar à noite. Criado em 1981 por Robson Castro (mais tarde sucedido por Fernando Borges), o programa foi extinto em março de 2008.

A 98 começou a enfrentar problemas com audiência e identidade a partir de 1998, com a transferência da FM O Dia para os 100,5. A concorrente adotou uma programação com poucas músicas românticas, que privilegiava ritmos dançantes como pagode, axé e modismos de temporada, adotando também o funk pouco tempo depois. Tal programação caiu no agrado dos ouvintes cariocas, que ao longo dos anos trocaram a 98 pela FM O Dia.

A decadência da 98 foi inevitável. Mesmo demitindo e contratando novos diretores e coordenadores constantemente, e mesmo imitando os passos da FM O Dia, a rádio foi perdendo posições no IBOPE, ano após ano. O Sistema Globo nunca quis que a 98 buscasse a liderança no segmento popular. Ao SGR sempre interessou apenas a liderança geral. Tanto que demitiram o coordenador Heleno Rotay, quando a 98 perdeu a liderança para a FM O Dia (Heleno Rotay foi para a Nativa FM, e depois para a Tupi AM).

Com o tempo, a 98 perdeu o 2º lugar no IBOPE para a evangélica Melodia, o 3º lugar para a Nativa, e recentemente perdeu o 4º lugar para a evangélica 93 FM.

O 5º lugar foi demais para o SGR. Há o projeto de transformar a rádio na Multishow FM, uma rádio pop ou de música contemporânea que usaria o nome do canal de TV paga da Globosat.

Em 14 de abril de 2008, às 10h, a rádio mudou o nome para Beat 98. A rádio adotou um estilo herdado das rádios piratas cariocas, o estilo "toca tudo", uma mistura de rádio popular com alguns sucessos pop internacionais.

DADOS DA RÁDIO

Entrada no ar (98 FM): 28 de setembro de 1978
Entrada no ar (Beat 98): 14 de abril de 2008

Sede da outorga: Rio de Janeiro

Alcance: Grande Rio e arredores. Possui dois parques de transmissão no Rio de Janeiro: um no morro do Sumaré e outro na Serra do Mendanha (Zona Oeste carioca).

Endereço: Rua do Russel, 434 - Glória - Rio de Janeiro - RJ

Portal na Internet: www.beat98.com.br

Voltar ao Início Voltar à lista de Rádios FM Voltar à Página Principal